Conheça o SARESP

1. O que é o SARESP?

O SARESP é o Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo. Desde sua criação, em meados da década de 90, vem avaliando, sistematicamente, o sistema de ensino paulista de modo a obter dados e/ou informações que revelem os pontos fortes e os pontos fracos do sistema, identificando, com isso, o rendimento escolar dos alunos de diferentes séries e períodos e os fatores que interferem nos seus desempenhos.

2. Quais são os objetivos do SARESP?

O principal propósito do SARESP é obter indicadores educacionais que possam subsidiar a elaboração de propostas de intervenção técnico-pedagógica, visando a corrigir possíveis distorções detectadas no sistema de ensino e melhorar a sua qualidade. A preocupação central do SARESP é disponibilizar às escolas, às equipes pedagógicas e aos órgãos centrais da SEE, assim como à sociedade em geral, informações consistentes sobre a qualidade do ensino oferecido. Com isso, possibilita aos responsáveis pelas políticas educacionais, bem como aos professores, o aprimoramento da gestão do sistema educacional e a adoção de procedimentos e estratégias pedagógicas capazes de contribuir efetivamente para a melhoria do processo de ensinar e aprender. O SARESP constitui, dessa forma, uma espécie de "bússola" para a reorientação do trabalho das escolas participantes. Mais ainda: ao envolver diretamente professores, alunos e pais em suas atividades, pretende contribuir para o fortalecimento e o aperfeiçoamento de uma cultura avaliativa não-punitiva e fomentadora de mudanças qualitativas na educação do Estado de São Paulo.


3. Qual é a abrangência do SARESP?

A participação no SARESP é compulsória para todas as escolas estaduais administradas pela SEE. A participação das demais redes de ensino (municipal e particular) se viabiliza por meio da adesão. Nunca é demais ressaltar que o envolvimento e o comprometimento de todos os participantes são requisitos fundamentais para a qualidade dos resultados da avaliação.

4. O que o SARESP avalia?

Como a competência leitora permite viabilizar o acesso ao conhecimento em toda e em qualquer área do ensino, o Sistema avaliará as habilidades cognitivas de Leitura e Escrita desenvolvidas pelos alunos ao longo de cada série do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. A seleção e definição dessas habilidades está fundamentada nas Propostas Curriculares da Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas _ SEE/CENP e nos Parâmetros Curriculares Nacionais _ PCNs.

5. Quais instrumentos de avaliação são utilizados no SARESP?

O SARESP utiliza basicamente dois instrumentos de avaliação para atingir os seus objetivos.

O primeiro consiste na aplicação de provas para medir o desempenho dos alunos em Leitura e Escrita, constituída cada uma por 30 questões objetivas, tanto no Ensino Fundamental (3a a 8a séries), quanto no Ensino Médio. Essas provas apresentam também um tema para Redação do tipo narrativo-descritivo para o Ensino Fundamental. No Ensino Médio o tema é dissertativo-argumentativo. Já para a 1a e 2a séries, as provas serão constituídas de questões predominantemente abertas. Portanto, para cada série e período, serão construídos instrumentos diferentes, mas com questões equivalentes.


O segundo instrumento é o questionário do aluno, por meio do qual são coletadas informações sobre suas características pessoais, o contexto socioeconômico e cultural dos estudantes, sua trajetória escolar, suas percepções acerca dos professores, da gestão da escola e, também, sua participação nos projetos da SEE, para verificar as possíveis interferências desses fatores na aprendizagem. Para as redes municipal e particular, as informações coletadas por meio do questionário permitem traçar os perfis dos alunos nos diferentes níveis de escolaridade.

6. Quem é responsável pela aplicação das provas do SARESP?

A responsabilidade pela aplicação do SARESP é da SEE, por meio de suas Coordenadorias (CENP, COGSP e CEI), da Fundação para o Desenvolvimento da Educação, das Diretorias de Ensino, das escolas, dos professores aplicadores e dos diretores. Cumpre destacar que, em 2004, a avaliação contará ainda com a participação das Secretarias e Conselhos Municipais de Educação, além de representantes da rede particular de ensino. Como em todos os outros anos, a empresa responsável pela logística e assessoria técnica da avaliação será contratada por meio de licitação.

7. Como serão disponibilizadas as informações sobre a aplicação do SARESP?

As redes municipal e particular receberão todas as informações sobre a aplicação e correção das provas nos treinamentos organizados pelas Diretorias de Ensino, juntamente com as escolas da rede estadual. Por meio de manuais padronizados, serão fornecidas orientações a respeito dos procedimentos adotados em cada etapa do SARESP.


8. Qual o local de retirada e devolução dos instrumentais do SARESP?

O representante de cada rede de ensino deverá retirar todos os instrumentais de avaliação e de orientação na Diretoria de Ensino à qual está vinculado. O mesmo procedimento deverá ser adotado para a devolução dos materiais.

9. Quando será aplicado o SARESP?

A aplicação das provas será no dia 25 de novembro de 2004, no mesmo horário de início das aulas nos períodos da manhã, tarde e noite. A duração máxima da prova será de 3 horas, com permanência mínima de 1 hora e 30 minutos.

10. O que fazer no dia da aplicação do SARESP?

Os aplicadores das provas serão os professores da própria escola e, para tanto, deverá haver um aplicador para cada turma. No dia da prova, os aplicadores do período deverão chegar à escola meia hora antes do início da prova, devendo seguir rigorosamente os procedimentos do Manual de Aplicação discutido no treinamento.

11. Que tratamento terão os portadores de necessidades especiais no SARESP?

Haverá provas em braile e/ou ampliadas para os alunos portadores de deficiência visual. Quanto aos demais portadores de necessidades especiais a escola deverá proceder da maneira como atua no dia-a-dia.


12. Como serão corrigidas as provas do SARESP?

Com referência à 1ª e 2ª séries do Ensino Fundamental, as questões abertas serão corrigidas e transcritas pelos professores, seguindo as orientações do Roteiro de Correção das Provas.

Da 3ª à 8ª séries do Ensino Fundamental e Ensino Médio, a correção da prova objetiva se dará por meio de processamento eletrônico e será efetuada pela empresa contratada. A correção das redações será feita pelos professores capacitados para esta etapa avaliativa.

13. Como e quando será feita a divulgação dos resultados do SARESP?

A divulgação dos resultados para as redes municipal e particular será feita por meio de:

  • Quadro diagnóstico das habilidades avaliadas por turma e aluno _ apresenta os resultados de cada aluno, por prova (objetiva e redação), e será encaminhado no final de janeiro/2005.
  • Informe personalizado de resultados da avaliação por escola _ com dados de abrangência, estatísticas básicas por prova, série e período, bem como os resultados por habilidade, série e período e dados da rede de ensino à qual pertence.
  • Informe personalizado de resultados da avaliação por rede _ com dados de abrangência, estatísticas básicas por prova, série e período e os resultados por habilidade, também por série e período, do conjunto das escolas do município, das redes municipal ou particular.

Esses informes, tanto por escola quanto por rede, serão encaminhados no final de fevereiro/2005. Além desses documentos, serão divulgados os gabaritos das provas de todas as séries e todos os períodos, juntamente com as tabelas de especificação das habilidades avaliadas, no site da SEE www.educacao.sp.gov.br.

Será divulgado, também, por rede de ensino, o relatório quantitativo do perfil dos alunos.

A devolução de resultados a cada estabelecimento de ensino ocorrerá em caráter confidencial e terá cunho formativo, já que o SARESP adota um enfoque centrado no uso da informação como instrumento de aprendizagem profissional para os gestores e educadores. Os resultados globais do SARESP, por sua vez, serão divulgados pela imprensa, para que a população possa conhecer os resultados da avaliação do ensino oferecido.

14. Como os gestores e os educadores utilizam os resultados do SARESP?

Os resultados do SARESP constituem importantes instrumentos de monitoramento do ensino. Eles subsidiam a tomada de decisão e o estabelecimento de políticas públicas no campo da educação no Estado de São Paulo. Reorientam também o trabalho pedagógico em termos de demandas de capacitação e de elaboração de planos e estratégias de ações, com vistas a melhorar as práticas pedagógicas em cada unidade escolar. Desse modo, a equipe escolar pode criar as condições objetivas para reinventar a prática escolar, promovendo novas situações de aprendizagem que possibilitem a superação do nível de desempenho alcançado pelos alunos no SARESP.